Nossas engenharias

Engenharia de Materiais

Esse ramo da Engenharia é voltado para a pesquisa de novos materiais e de novos usos industriais para os materiais já existentes, tais como resinas, plásticos, cerâmicas e ligas metálicas. Os estudantes do curso adquirem conhecimentos sobre matérias-primas, processamento, caracterização, propriedades, estruturas e aplicações de materiais, com ênfase nas relações entre a microestrutura, o processamento, as propriedades e o desempenho do material. Ao lado do estudo dos materiais, ele também aprende os fundamentos dos processos de produção e fabricação.

Engenharia Metalúrgica

A formação do engenheiro metalurgista cobre três campos: metalurgia extrativa (redução de minérios e refino de metal primário, destacando-se a fabricação de aço), metalurgia de transformação (laminação, forjamento, fundição, soldagem, metalurgia do pó) e metalurgia física (metalografia, tratamentos térmicos, comportamento mecânico e corrosão). São fundamentais para essa especialização a físico-química, os fenômenos de transporte de energia e massa e as relações entre processos de fabricação, microestrutura e propriedades, pontos enfatizados no curso da Escola Politécnica. O campo de atuação para o profissional da área estende-se da redução de minérios e produção primária de metais até o acabamento de peças e montagem de componentes. A atividade está ligada às indústrias de base e ao setor metal-mecânico, mas o engenheiro metalúrgico encontra espaço em qualquer setor industrial.

Engenharia de Minas

O curso de Engenharia de Minas da Escola Politécnica forma profissionais para atuarem em todos os segmentos da cadeia de produção mineral: prospecção, avaliação econômica, lavra, tratamento, recuperação, reaproveitamento de resíduos e recuperação ambiental da área explotada. O aluno também se torna apto para atuar em projetos e construções de túneis e escavações subterrâneas, tratamento e disposições de rejeitos industriais, prospecção e lavra de água, em colaboração com profissionais de outras áreas da Engenharia. Além de empresas de mineração, o profissional dessa área pode trabalhar em empresas de Engenharia e consultoria, institutos de pesquisa e órgãos do governo.

Engenharia de Petróleo

O engenheiro de petróleo formado pela Poli é capacitado para atuar em diversos segmentos da cadeia produtiva do petróleo, desde a pesquisa de novas jazidas até a produção de petróleo e gás natural. Ele é habilitado também para fazer análise econômica e avaliação de reservatórios e para auxiliar em projetos de construção de plataformas e poços de petróleo. O campo de trabalho para esse profissional abrange: empresas de extração, de engenharia, consultoria, institutos de pesquisa e órgãos do governo.

Textos retirados do site da Escola Politécnica da USP